Câmara Municipal de Uiraúna encaminha requerimento ao governador Ricardo Coutinho solicitando ações de combate à criminalidade

A Câmara Municipal de Uiraúna aprovou um requerimento que foi encaminhado ao governador do Estado Ricardo Coutinho solicitando aumento no contingente policial, uma viatura e duas motocicletas para conter o avanço da criminalidade.

Atualmente a cidade de Uiraúna conta apenas com uma viatura policial e quatro policiais.

O requerimento foi subscrito pelos vereadores Chico Bacatela, Benevenuto Claudino, Cleuza de Manuel Benedito, Ciro Figueiredo, Antônio Magalhães, Neto de Maro, Amilton Fernandes, Mazinho da Vazante, Jailson Nogueira, Marcondes de Bizeril e José Fernandes.

Uiraúna é um município do estado da Paraíba, localizado na microrregião de Cajazeiras.

Está distante 476 quilômetros de João Pessoa, a capital do estado. Sua fundação ocorreu em 2 de dezembro de 1953.

Uiraúna polariza 4 municípios: Poço Dantas, Bernardino Batista, Joca Claudino e Poço de José de Moura.

Conhecida como a Terra dos Músicos e Sacerdotes, devido a forte vocação dos munícipes nessas profissões.

Uiraúna é um dos principais municípios do Alto Sertão Paraibano devido seu comércio ativo e sua localização privilegiada, sendo uma das mais importantes rotas de ligação entre diversas microrregiões da Paraíba com o estado do Rio Grande do Norte e Ceará.

Conta com uma população de 15 228 hab. (PB: 56º) – IBGE – 2010 e uma área de 294,499 km².

A maior parte da população urbana está ligada as atividades terciárias. A circulação de mercadorias nos últimos anos tiveram um avanço a nível interno e externo atendendo as expectativas dos municípios circunvizinhos tornando-se um grande centro comercial com grande influência dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte.

São alarmantes os crimes que estão ocorrendo no seio da sociedade uiraunense conclui-se pela necessidade de fortalecimento das entidades de Segurança Pública em Uiraúna, dotando-as com um maior número de efetivo de Policiais Civis e Militares, além de maior número de viaturas e armamento. A cidade não dispões de um quadro satisfatório de policiais para atuar de forma repressiva e no monitoramento das áreas de risco.

São urgentes ações urgentes do Poder Executivo do Estado da Paraíba, através da Secretaria de Segurança Pública, para a ampliação do número do efetivo da Polícia Militar e Civil, bem como investimentos em equipamentos, armamento e aquisição de mais viaturas devidamente equipadas.

O documento foi entregue ao deputado estadual Trócolli Júnior (PROS-PB) que se colocou à disposição do município para reivindicar junto ao governador Ricardo Coutinho a execução dos referidos pleitos.

“Gostaria de agradecer e parabenizar a Câmara Municipal de Uiraúna pela brilhante iniciativa de discutir um assunto de suma importância como o combate à criminalidade. Confiamos que o deputado Trócolli Júnior vai interceder para a concretização deste pleito”, disse o ex-vice-prefeito de Poço Dantas, Thiago Santigo.

Abdias Duque de Abrantes

Jornalista MTB-PB Nº 604

zap-o-diario3

Continuar Lendo

Ex-candidata a prefeita de Poço Dantas professora Eva emite nota de pesar pelo falecimento do Sr. Chico Luís, pai do vereador Deuziano Gregório

DEUZIANO E O PAI

   

A ex-vereadora e ex-candidata a prefeita de Poço Dantas pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) professora Maria Eva de Sousa Lira, manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do Sr. Francisco Sousa Silva (Chico Luís), aos 70 anos, ocorrido terça-feira (13), em Fortaleza – CE, pai do vereador Deuziano Gregório Gomes (PSB).

Perdemos uma grande ser humano, um homem dedicado a família, ao trabalho e a toda sociedade icoense.

A oposição poço-dantense lamenta esta perda e une-se à viúva Sra. Fransquinha Freitas de Oliveira, aos filhos, netos, genros, noras e demais familiares pedindo a Deus que os conforte e dê força neste momento de profunda dor.

As nossas condolências ao seu filho o vereador Deuziano Gregório Gomes (PSB), um dos quadros da oposição de Poço Dantas.

   

Poço Dantas-PB, 13 de junho de 2017.

       

Maria Eva de Sousa Lira

Dirigente do PSB de Poço Dantas e professora

zap-o-diario3

Continuar Lendo

Morre em Fortaleza o Sr. Francisco Sousa Silva, pai do vereador de Poço Dantas, Deuziano Gregório

DEUZIANO E O PAI

   

Faleceu terça-feira, às 18h, no Hospital Geral de Fortaleza – HGF em Fortaleza – CE aos 70 anos, vítima de leucemia, o Sr. Francisco Sousa Silva (Chico Luís). Deixa viúva a Sra. Fransquinha Freitas de Oliveira, oito filhos, doze netos, cinco genros e duas noras. Francisco Sousa Silva (Chico Luís) era natural do Estado do Piauí.

Um dos seus filhos é o vereador Deuziano Gregório Gomes do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Deuzinao foi eleito com 252 votos 8.28% dos votos válidos pela Coligação Agora é Vez do Povo composta pelos partidos PSB / PR / PT do B / DEM que teve como candidata a prefeita a professora Eva de Sousa Lira (PSB). Deuziano Gregório tem como base eleitoral o Distrito de Tanques e ficou em quinto lugar. O vereador Deuziano será o segundo secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Poço Dantas para o segundo biênio.

Francisco Sousa Silva (Chico Luís) residia na cidade de Icó – CE. Seu corpo está sendo velado no Memorial Caminho Da Paz na Avenida Josefa Nogueira Monteiro, 1743-1947 – Novo Centro, O sepultamento será às 17h no Cemitério Novo de Icó-CE.

 

Abdias Duque de Abrantes

Jornalista MTB-PB Nº 604

zap-o-diario3

Continuar Lendo

Escola Estadual José Nilson Santiago promove Arraiá Junino em Poço Dantas

ARRAIÁ DE POÇO DANTAS

   

Dentro da mais pura tradição nordestina, a Escola Estadual José Nilson Santiago em Poço Dantas realizará dia 21 de junho o Arraiá do Zé. A festa está sendo organizada por membros da direção, professores e funcionários. Será um momento de alegria, confraternização e descontração. O evento acontecerá nas dependências do Ginásio Poliesportivo vereador João Guilherme Estrela (Joca de Duca).

Estarão presentes ao evento a diretora da escola, Josefa Lins Neta; vice-diretora Rogéria Almeida; apoiadora pedagógica, professora Maria Eva de Sousa Lira; coordenadoras pedagógicas Mickaelle Maria da Silva e Luzanir; auxiliar de biblioteca Rafaela; professores; funcionários, alunos da unidade escolar e a sociedade poço-dantense.

Às 18h30 haverá apresentações “Amigo Caipira”; às 19h desfile; 19h30 casamento matuto; 20h apresentação da Tropa de Danças Regionais da cidade de Joca Claudino. A Tropa de Danças Regionais é um grupo formado por jovens da cidade de Joca Claudino, coordenado por Clodoaldo José; 20h30 realização de um bingo de um carneiro e duas caixas de cerveja ao preço de R$ 2,00 (dois reais) a cartela e às 21h realização da festa dançante com a dupla Monaisa Santiago e Serginho.

De acordo com a apoiadora pedagógica, professora Maria Eva de Sousa Lira , na cultura do Nordeste brasileiro é muito típico comemorar o dia de São João através de espetáculos, danças e quadrilhas. A noite vai ser de muita alegria para a comunidade escolar uma vez que teremos desfile, casamento caipira, um bingo, brincadeiras, apresentações juninas, festa dançante e muita animação. Agradeço sensibilizada a contribuição de cada um membro da escola para o sucesso deste evento.

“Depois do Carnaval, provavelmente são as festas juninas as maiores representantes da cultura popular do Brasil. Basta ver as multidões que se reúnem para celebrar São João, Santo Antônio e São Pedro, especialmente nos estados da região Nordeste. Junho é o mês de pular fogueira, dançar quadrilha e comer pamonha e canjica. Uma gostosa tradição que anima as cidades. O país é muito grande e os festejos não são iguais em todos os lugares lembra”, a apoiadora pedagógica, professora Maria Eva de Sousa Lira.

As chamadas festas juninas reúnem as homenagens aos principais santos reverenciados no mês de junho: Santo Antônio, São João e São Pedro. A época é marcada por brincadeiras, comidas típicas, dança e muita superstição, presentes nas simpatias juninas. É a hora de se vestir de caipira e aproveitar esta festa que é um misto de profana e religiosa. É só ameaçar junho que os preparativos para homenagear São João (o santo festeiro), Santo Antônio (o santo casamenteiro) e São Pedro (o santo manda chuva) já começam em todo o Brasil.

Em Campina Grande, cidade a 135 km de João Pessoa, acontece uma das maiores festas juninas do nordeste e, como eles dizem com orgulho, do mundo. O endereço da bagunça é sempre o mesmo, a imensa área a céu aberto do Parque do Povo. É lá que o arraial é armado nos 30 dias de festa com direito a bandeirolas, balões, fogueira, cidade cenográfica com réplicas de prédios históricos do centro, barracas e mais barracas com comidas regionais que vão do pé de moleque até a buchada de bode, quadrilha, forró pé de serra, shows e tudo mais que fizer parte das tradições que embalam as festas juninas no nordeste.

Participe do Arraiá do Zé em Poço Dantas. Vai ser bão demais. Ocê não vai ser bobo de perder, né sô?

     

Abdias Duque de Abrantes Jornalista MTB-PB Nº 604

zap-o-diario3

Continuar Lendo

Sousa-PB: Professor mestre Paulo Abrantes da UFCG profere palestra sobre a crise hídrica e a gestão das águas

PAULO ABRANTES DE OLIVEIRA    PROFESSOR UFCG

   

Dentro do Encontro de Meio Ambiente, Tecnologia e Sociedade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Campus Sousa que teve início dia 05 e terminará dia 14 de junho, o professor mestre do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais/UFCG –Campus de Sousa, Paulo Abrantes de Oliveira proferirá uma palestra dia 12 de junho, às 10h30, na Unidade de São Gonçalo em Sousa-PB sobre a crise hídrica e a gestão das águas .

A instituição de uma Política Nacional de Recursos Hídricos e a criação de um Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, pela primeira vez na história do país, é o objetivo da Lei 9.433/97 mais conhecida como a Lei das Águas que surgiu em um contexto em que a água se torna cada vez mais escassa, com a preocupação de que a sua distribuição seja equitativa.

A Política Nacional de Recursos Hídricos baseia-se nos seguintes fundamentos a água é um bem de domínio público; a água é um recurso natural limitado, dotado de valor econômico; em situações de escassez, o uso prioritário dos recursos hídricos é o consumo humano e a dessedentação de animais; a gestão dos recursos hídricos deve sempre proporcionar o uso múltiplo das águas; a gestão dos recursos hídricos deve ser descentralizada e contar com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades, dentre outros.

“O território brasileiro contém cerca de 14% de toda a água doce do planeta. Apesar desta quantidade excessiva, os recursos hídricos brasileiros não são inesgotáveis nem bem distribuídos. A água não chega para todos na mesma quantidade e regularidade: as diferenças geográficas de cada região e as mudanças de vazão dos rios causadas pelas variações climáticas ao longo do ano comprometem a distribuição. Outro ponto é o uso indiscriminado tanto dos mananciais superficiais quanto dos subterrâneos”, frisou o especialista.

“A água é uma premissa para o desenvolvimento sustentável. A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico. Toda água é insuscetível de apropriação privada e livre para o consumo humano, animal e para fins agrícola e industrial. Prova disso é que as águas situadas em terras particulares devem seguir seu leito, não podendo ser retidas pelo particular como coisa de sua propriedade’, disse o professor.

“A crise da água não é problema de ordem técnica, mas político-administrativa.

De fato, a crise da água no Brasil, especialmente na região Nordeste, resulta da intervenção altamente predatória neste espaço, levando ao efeito perverso de aplicar, a um fenômeno marcadamente estrutural, políticas seladas pela visão conjuntural que induzem ao cultivo do problema.

Os problemas resultam basicamente da falta de gerenciamento efetivo das ações desenvolvimentistas em geral e da água em particular.

Ao contrário, estimulam-se urbanização e industrialização – mediante incentivos vários – em áreas nas quais já se tem escassez de água para abastecimento.

Além do mais, a qualidade da água dos mananciais utilizados é degradada pelo lançamento – deliberado ou tolerado – de esgotos domésticos e industriais não-tratados, uso e ocupação inadequada do meio físico e outros fatores impactantes. O problema crucial da água no Brasil, em geral, e na região Nordeste, em particular, é o estabelecimento de um sistema eficiente e integrado de gerenciamento”, alerta o professor Paulo Abrantes de Oliveira.

Fundamentalmente a água pertence ao direito à vida. Dela depende a sobrevivência de toda a cadeia da vida e, por conseguinte, de nosso próprio futuro. Como porém ela é escassa e demanda uma complexa estrutura de captação, conservação, tratamento e distribuição, implica uma inegável dimensão econômica.

A agua é vida, geradora de vida e um dos símbolos mais poderosos da natureza.

Sem a água não viveríamos.

PERFIL DO PALESTRANTE PROFESSOR PAULO ABRANTES DE OLIVEIRA

Doutorando do Programa de Pós Graduação em Recursos Naturais – UFCG 2017. Mestre em Recursos Naturais, PPGRN – UFCG (2014), Professor Assistente I do curso de Direito – CCJS – UFCG – PB, Professor Colaborador do Programa de Pós Graduação em Gestão Ambiental, disciplina Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos, CCJS – UFCG, Professor das disciplinas Pratica jurídica I, Ética geral e Profissional, Economia Política, Curso de Direito UFCG, Professor da disciplina Ética Profissional no curso de Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Secretaria Escolar, promovido pelo PRONATEC, Tem Especialização na área de Direito, com ênfase em Direito Processual Civil.

 

Abdias Duque de Abrantes Jornalista MTB-PB Nº 604

    zap-o-diario3

Continuar Lendo